Ajude a manter o TextoLivre.

PESSOAS COMUNS, FEITOS EXTRAORDINÁRIOS

 

Meus funcionários precisam vestir a camisa. Esta é uma frase escutada em vários cantos de diversas empresas há algum tempo. O que muitos gestores precisam refletir, é que certas vezes não damos a “camisa” para estes colaboradores e mesmo assim exigimos que eles a vistam. A “camisa” na verdade simboliza as informações,  o conhecimento sobre tudo que cerca a empresa. Todos os seus colaboradores deveriam saber o que você sabe, pois gostamos e amamos apenas o que de fato conhecemos. E quanto mais se conhece um determinado assunto, mas nos aprofundamos nele, e o amor será conseqüência. Normalmente acham que a equipe já domina quase tudo. Quando querem maior interação e comprometimento dos que compõe o quadro executivo do menor ao maior escalão. Note que  rotineiramente, gostamos de falar de assuntos que dominamos e quanto mais se sabe, mais queremos aprender.

Por isso é que devemos sempre nos cobrar. Será que já demos uma camisa para nosso colaborador hoje?

 

Todavia para obter um resultado satisfatório precisamos obedecer alguns passos. A valorização e o reconhecimento das pessoas é o maior fator para atingir resultados positivos, mas para que isso aconteça, um dos requisitos fundamentais é o ambiente profissional que nos cerca.
Devemos deixar de lado os antigos padrões de comportamento e somente adotar os novos; isso exige quebra de paradigmas. Uma equipe sólida, bem humorada, com pessoas comprometidas e lideradas por profissionais onde os valores individuais são respeitados e os méritos são reconhecidos, são fatores imprescindíveis na formação de um profissional de sucesso.
Não podemos mais contar somente com o fator sorte para atingirmos os nossos objetivos, mas sim estarmos preparados para descobrir as oportunidades que nos cercam.
“Muitos recebem conselhos, só os profissionais tiram proveito”

 Uma empresa para obter e manter o sucesso precisa ter pessoas motivadas e comprometidas com os resultados e espírito de equipe.
Porém alguns gestores não se preocupam com "pessoas", ou seja, não dão atenção necessária ao seu principal diferencial competitivo.
Na verdade muitas vezes esquecem de motivar o grupo e toda a  equipe de trabalho e isto vai reduzindo o potencial e a vontade de cada um no processo e por consequência os resultados da empresa.
Um fato muito curioso que ocorre com cães americanos, nos mostra uma grande lição e indica como podemos agir nestas ocasiões.
Existem alguns cachorros que são treinados para salvar pessoas em desmoronamentos e em escombros. Eles têm um senso de percepção de vida sensacional diante de tal acontecimento.
Quando ocorre algum deslizamento ou soterramento, logo estes cães são chamados e começam a agir e encontrar pessoas debaixo da terra.
E quando conseguem realizar o feito de salvar alguém, eles ficam extremamente motivados e querem continuar procurando outras vítimas.
Mas um fato em especial chama a atenção. Quando este cachorro passa seis meses sem salvar nenhuma vítima, ele começa a se desmotivar, enfraquecer, adoecer e muitas vezes até chega a morrer.
Os seus treinadores então para mantê-los firme no propósito de salvar vidas, simulam um acidente e colocam o cão para salvar uma suposta vitima, que ali se encontra apenas para parecer que está sendo salva pelo cão.
Antes que o cachorro adoeça por não atingir sua meta, o seu líder executa tal proeza e com isso o cão se anima muito e se motiva á continuar este trabalho por mais alguns meses.
Agora reflita se você, como treinador faz isso em casa ou na empresa diante de seus comandados.
Quando eles estão desanimados você se preocupa em provocar ou simular uma situação para que eles se sintam vitoriosos, mais felizes e motivados no trabalho?

Na contra mão desta historia também tem a parcela de culpa dos colaboradores, vejam está estatística.

Os grandes estudiosos da humanidade afirmam quê:

   75% da população vivem em função do passado. Sendo que não tem como mudar o que já passou.

20% da população vivem em função do futuro. Porém não fazem nada para  alcançar seus objetivos.

05% Apenas! Da população vive o hoje. Não se lamentam do passado, e projetam seu futuro colocando em prática dia a dia.

Conclusão:

As estatísticas provam que a grande maioria da população não consegue subir na vida porque lamentam muito o passado.

Outra parte sonha demais, porém esquecem de acordar. E só uma pequena parte faz o correto. Esquecem o passado projetam seu futuro e vive intensamente seu dia.

Neste caso é bom seguir a minoria!!!

 

Portanto nós quanto funcionários devemos também mudar nossos conceitos e principalmente ter atitude! Não ter medo de errar! Pode acreditar entre um audacioso e um conservador a empresa fica com o audacioso. Cada vez mais o mercado de trabalho fica mais exigente e competitivo, por isto que não pode se perder tempo. Faça um investimento em você mesmo, faça curso volte a estudar, leia e busque ferramentas para o seu crescimento tanto pessoal como profissional.


Mais sucesso a todos!!!

 

Cláudio José Donato

Presidente Prudente-Sp

e-mail claudio.donato@hotmail.com

 


 

 

 

 

 

 

 
© 2011 Texto Livre - Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.

Compartilhe

 
Joomla Template: from JoomlaShack.com