Warning: Creating default object from empty value in /home/textolivre/web/templates/js_elated/wright/doctypes/default.php on line 206

Warning: Creating default object from empty value in /home/textolivre/web/templates/js_elated/wright/doctypes/default.php on line 206

Warning: Creating default object from empty value in /home/textolivre/web/templates/js_elated/wright/doctypes/default.php on line 206
O poder das palavras II
Ajude a manter o TextoLivre.

O poder das palavras II

A palavra tem o poder de transformação, possibilita uma série de mudanças na vida da pessoa e daqueles que estão à sua volta. O outro lado, a palavra torna-se um meio de destruição, tanto de quem fala quanto de quem houve.

Às vezes, uma palavra é o suficiente para enaltecer uma pessoa; ou arrasá-la.

A voz é o veículo de manifestação do ser, a porta de expressão dos sentimentos e a assinatura dos pensamentos.

A palavra é o compromisso que assumimos perante os outros. Embora os pensamentos tenham uma força considerável, as palavras têm um poder realizador. Se for bem expressada, produz excelentes resultados na vida. É com ela que os homens se relacionam , fazem a história e mudam os hábitos.

 

Durante uma conversa, a pessoa se revela para os outros e tem a chance de descobrir mais sobre si mesma. Se prestássemos mais atenção no que falamos, descobriríamos sentimentos que permanecem obscuros à nossa consciência. São coisas que nós não admitimos pensar a respeito, como a nossa vaidade, orgulho, baixa-estima e etc. Poderíamos até obter respostas que estamos procurando em outras pessoas.

Pode-se dizer que aquilo que tanto falamos para os outros, é exatamente o que precisamos ouvir.

 

Quem fala muito não se ouve. A necessidade de se ouvir faz com que a pessoa fale exatamente o que precisa ouvir.

 

Falar alto demais demonstra agitação interior e anseio por ser ouvido pelos outros. Pessoas que têm esse comportamento não se ouvem, muito menos a aqueles que estão ao seu redor.

Já aqueles que falam baixo, como se falassem para dentro, são oprimidos. Sufocam seus sentimentos e não se expressam livremente. Têm medo da opinião alheia, e se reprimem por não ter segurança de espírito.

 

Procure se enxergar e se entender acima de tudo; porque as palavras, e principalmente como são ditas, têm um poder muito grande.*

 

 

*Muitas dessas considerações foram baseadas no livro metafísica da saúde, de Gasparetto, Luís e Valcapelli.

 

 

 
© 2011 Texto Livre - Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.

Compartilhe

 
Joomla 1.5 Template by JoomlaShack.com